domingo, 13 de fevereiro de 2011

Plano de Aula : Figuras Geométricas

Prefeitura Municipal de João Pessoa
Secretaria de Educação e Cultura
Programa de Capacitação do Proinfo
Curso Tecnologia na Educação – Ensinando e Aprendendo com as TIC – 100h
Núcleo de Tecnologia Municipal– NTM/João Pessoa
Cursista: Maria de Fátima Alves da Silva Pessoa
Tutora: Eliete Fernandes Matias

Título: Figuras Geométricas
Autor: Maria de Fátima Alves da Silva Pessoa
João Pessoa - PB Escola Estadual Mestre Sivuca
Estrutura Curricular
Modalidade / Nível de Ensino Componente Curricular Tema
2º Ano do Ensino Médio Matemática Prisma



Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula

Compreender procedimentos e estratégias que permitam ao aluno transformar informação em conhecimento para que ele aprenda os conceitos necessários à resolução de situações problema do seu cotidiano;
Capacidade para transformar informações em conhecimento;
Fazer a associação entre o conhecimento sistematizado e aplicação em diversas situações do cotidiano;
Resolver problemas práticos do seu cotidiano.

Duração das atividades
5 aulas de 45 minutos


Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno

Conceito de figura geométrica;
Elencar objetos do cotidiano que têm forma de prisma.

Teoria de aprendizagem subjacente

O construtivismo. Segundo Piaget a (re) construção do conhecimento somente se realiza permeada pela interação social, pelos temas que emergem do interesse dos educandos, e quando eles estão motivados intrinsecamente e quando são capazes de compreender o que estão fazendo, mediante os insights até chegar a solução de situações ou problemas propostos. Essa compreensão se consolida quando eles constroem seus conceitos, tomando assim consciência da sua aprendizagem.

Estratégias e recursos da aula
Distribuição de fichas azuis, vermelhas, verdes e amarelas. Pediremos que se juntem azul com vermelho e verde com amarelo. A distribuição dessas fichas será de acordo com o conceito da zona proximal de Vygostsky, que consiste na possibilidade de um indivíduo, que ainda não seja capaz de solucionar situações de maneira autônoma conseguir fazê-lo através da cooperação ou da orientação de alguém capaz de fazê-lo. Ou seja, os alunos que têm mais facilidade ajudam os que têm mais dificuldade, bem como o professor irá fazer a mediação referente às dificuldades surgidas no decorrer das situações propostas;
Apresentação de slides em data show referente ao tema. Ao apresentar os slides, será mostrado com material concreto confeccionado em cartolina guache e objetos a exemplo de uma embalagem de creme dental, de pizza, caixa de sapato, prismas triangular, quadrangular, pentagonal e hexagonal. Convém destacar que este material será mostrado fechado e planificado. Mediante este material será apresentado os elementos do prisma (bases, arestas das bases, faces laterais, arestas laterais, altura); a classificação quanto à inclinação das arestas (reto ou oblíquo); e quanto aos lados (triangular, quadrangular, pentagonal, hexagonal) a secção de um prisma (secção transversal);
Serão distribuídos moldes de prismas planificados para que os alunos em dupla façam a montagem As duplas farão um texto explicitando o entendimento da aula. Este texto será digitado por cada dupla, com a orientação do professor e do monitor de informática, no editor de texto, Microsoft Word no laboratório da Escola. Os prismas montados e o texto construído serão expostos na própria sala de aula, fotografado e publicado no Blog do Professor. Depois este material será recolhido e entregue ao aluno.
Os alunos farão pesquisa na internet (laboratório de informática) dos conceitos abordados em sala de aula. Ao pesquisar na Internet a professora ensinará os alunos os cinco tipos de capacidades para a gestão metacognitiva do conhecimento (amplamente explicitadas em Pozo e Postigo, 2000): Competências para a aquisição da informação; Competências para a interpretação da informação; Competências para a análise da informação; Competências para a compreensão da informação; competências para a comunicação da informação.
Os alunos serão orientados também a pesquisar vídeos. Veja alguns links:
http://www.youtube.com/watch?v=jgVq1Vk8MIE
http://www.youtube.com/watch?v=v24xk216v_E&feature=related
http://www.youtube.com/watch?v=-JPmSYAWaoQ&feature=related
O resultado da pesquisa será debatido em sala de aula com os alunos sentados em semicírculos e ouvindo música ambiente. Segundo Augusto Cury os alunos assim posicionados estimula as ideias e a música desacelera o pensamento dos alunos e melhora a concentração e o rendimento intelectual. O debate será gravado para posteriormente organizarmos as ideias em um texto coletivo. Este texto será digitado e distribuído com todos os alunos da sala.



Recursos Complementares:
Data show; Computador (internet); DVD; Cartolona; Papel ofício; Câmera Digital; Blog; Embalagens (creme dental, pizza, caixa de sapato)

Avaliação
Em dupla, farão uma lista de exercícios de aplicação, os quais são compostos de situações reais, a exemplo do cálculo do volume dágua, de uma piscina, o total de paralelepípedo utilizado no calçamento de uma rua, o volume de concreto usado para encher a forma da coluna de uma ponte, entre outros.
Cada aluno fará uma auto-avaliação no que se refere aos conhecimentos construídos, os pontos positivos e os pontos negativos. Estes últimos para serem redimensionados em estudos posteriores. Convém lembrar que a professora também fará a sua auto-avaliação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário